Licenciatura para Graduados

 

Entenda o que é Complementação Pedagógica ou R2


A Complementação Pedagógica foi criada originalmente com a intenção de formação de professores em caráter emergencial. Ou seja, devido à escassez de professores o objetivo era habilitar quem já era formado na área, mas não tinha licenciatura. Mas desde sua criação (Resolução CNE/CEB Nº 02/97) tem formado graduados não licenciados (bacharéis ou tecnólogos) que queiram se habilitar para ministrar aulas na educação básica. É um curso reconhecido e garantido como formação de professores para o ensino básico (Art. 61 e 63 Lei n° 9.394, de 20 de Dezembro de 1996, Lei n°13.415, de 16 de Fevereiro de 2017 e Art. 14 Decreto n° 8.752 de 9 de Maio de 2016). Mas para isso é importante que seja feita em uma instituição devidamente credenciada pelo MEC. A carga horária com a alteração pelo Art. 21 da Resolução CNE/CP n° 2, de 20 de Dezembro de 2019 passa a ter 760 horas, no mínimo. CAPÍTULO VI DA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA PARA GRADUADOS Art. 21. No caso de graduados não licenciados, a habilitação para o magistério se dará no curso destinado à Formação Pedagógica, que deve ser realizado com carga horária básica de 760 (setecentas e sessenta) horas com a forma e a seguinte distribuição: I – Grupo I: 360 (trezentas e sessenta) horas para o desenvolvimento das competências profissionais integradas às três dimensões constantes da BNC-Formação, instituída por esta Resolução. II – Grupo II: 400 (quatrocentas) horas para a prática pedagógica na área ou no componente curricular. Nós optamos por Carga Horária de 1120 h, totalmente no componente curricular.

Cursos

Bolsas de até 70%.
Preencha o formulário: